Qual a diferença entre Carteira e Exchange

É comum nos fóruns e grupos relacionados a criptomoedas vermos pessoas repetindo a frase: “Exchange não é carteira”.

Essa frase pode acabar gerando confusão especialmente para quem está chegando agora no mundo das criptos, nesse artigo vou te explicar qual a diferença entre essas carteira e exchange e principalmente  o porque dessa frase existir e ser repetida o tempo todo.

O que é uma exchange

Exchange de Bitcoin ou criptomoedas é um sistema online onde usuários podem comprar e vender moedas virtuais, funciona assim usuários fazem deposito de Reais, Bitcoins ou outras criptmoedas.

Com esse valor depositado em minha conta eu posso então criar ordens de compra e venda e trocar meu dinheiro por criptomoedas e vice-versa.

Vamos a um exemplo pratico:

Imagine que você tenha 100 reais e deseje comprar Bitcoins você deverá fazer os seguintes passos:

  1. Crie uma conta na sua exchange de preferência
  2. Faça o deposito de seus R$100 na exchange, via TED ou DOC.
  3. Crie uma ordem de compra dizendo quanto quer comprar e quanto está disposto a pagar.
  4. Quando a exchange achar alguém que está disposto a vender pelo valor que você ofereceu ela removerá o valor em reais da sua conta e acrescentará Bitcoins.
  5. Pronto!

Até ai tudo bem, o problema é que apesar de você ter esses Bitcoins na exchange você não tem eles de verdade, já que você não controla as chaves privadas do endereço que contém seus Bitcoins,  e isso é um grande problema, vamos falar mais sobre isso abaixo.

Não é só isso existem também as exchanges que permitem a troca de criptomoedas por exemplo, você pode depositar Litecoin e trocar por Bitcoin, e ai começa o problema, como fazer essas trocas pode ser lucrativas muitas pessoas acabam deixando todo seu dinheiro em exchanges para ter a possibilidade de comprar e vender criptomoedas mais rapidamente.

O que é uma carteira

A carteira de Bitcoin ou de criptomoedas em geral é um programa que você baixa no seu computador, existem diversas tipos de carteiras as que baixam o Blockchain ( full node ) e as carteiras que usam um servidor externo para fazer suas transações.

O grande diferencial da carteira é que nela você controla a chave privada, que controla os endereços de Bitcoin que de fato possuem suas moedas, se você tem a chave privada você tem mais segurança já que você é a única pessoal capaz de controlar as moedas de tal endereço, ou seja você está 100% no controle do seu dinheiro.

Porque não posso deixar meu dinheiro em exchanges?

Na verdade você pode, mas é arriscado, como a exchange controla a chave privada, ela tem total controle do seu dinheiro e caso ela seja hackeada ou os donos decidam te dar um golpe, você pode simplesmente perder tudo.

Isso aconteceu no passado e continua acontecendo até hoje, em 2011 por exemplo a maior exchange do mundo MTGOX foi hackeada e mais de 700 mil Bitcoins foram roubados e até hoje nada foi recuperado.

Em 2016 a Bitfinex uma das maiores exchanges do mundo foi hackeada em mais de 120 mil Bitcoins foram roubas, felizmente a exchange assumiu o prejuízo e conseguiu reembolsar seus usuários com um plano de pagamentos gradual que durou alguns meses.

O risco não é só de hack, existem também as exchanges ruins que dão golpes em seus próprios usuários, recentemente por exemplo a Coingather era uma das principais exchanges utilizadas por quem queria comprar HTMLCoin, simplesmente fechou e sumiu do mapa com dinheiro de todos os seus usuários após uma alta de preços do HTMLCoin.

Por isso tenha muito cuidado ao deixar suas moedas em exchanges.

Qual carteira utilizar

Eu particularmente gosto muito da Electrum para Bitcoins, e para alt coins eu costumo utilizar a carteira oficial de cada moeda.

Para ter segurança de verdade o ideal é que você tenha um computador, destinado só para esse objetivo ou tenha uma carteira física ( veja mais abaixo ).

Existem também carteiras multicores que te permitem guardar várias criptomoedas as mais famosas são:

  • Coinami
  • Jax
  • Exodus ( interface muito bonita )

Carteiras Físicas

As carteiras físicas que dão uma segurança extra e te protegem de keyloggers já que contam com sistema de entrada de dados próprio uma das mais utilizadas no momento é a Ledger Nano S, que além do Bitcoin te permite guardar com segurança: Litecoin, Bitcoin Cacsh, Bitcoin Gold, Ethereum, Dogecoin, Zcash e mais uma cacetada de moedas, confira no site oficial a lista de moedas suportadas.

Em resumo: Quando você tem a carteira no seu computador você controla a chave privada, quando você deixa suas moedas na exchange, a exchange controla a chave privada.

É isso! Em caso de dúvidas ou sugestões use o campo de comentários.

André D. Oliveira

Conheci o Bitcoin em 2012, comprei pela primeira vez em 2013 e desde então venho acompanhando mesmo que de longe a evolução das criptomoedas. Trabalho como analista de marketing e estou graduando em Ciências da Computação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *